Plasma Rico em Plaquetas 

O que é o PRP?

O Plasma Rico em Plaquetas, conhecido também pela sigla PRP, é um preparado obtido através do sangue do próprio paciente, que apresenta concentrações elevadas de plaquetas, as células do sangue responsáveis pela coagulação.

As plaquetas, por sua vez, são ricas em fatores de crescimento, substâncias que atuam estimulando a proliferação das células e regeneração dos tecidos.  

Como o PRP é obtido?

O PRP é produzido a partir do sangue obtido de uma veia periférica. O sangue coletado precisa então ser processado em uma máquina para separação das plaquetas.  

O PRP é um procedimento seguro?

Com a forma atualmente utilizada do PRP, não são descritas complicações significativas.

Onde pode ser utilizado?

Existem relatos de uso do PRP para o tratamento de artrose do joelho, artrose do quadril, falha de consolidação das fraturas, epicondilite lateral, tendinopatias do tendão calcâneo, e nas lesões do manguito rotador.

Sua possível ação sobre a cicatrização dos tendões do manguito rotador tem sido motivo de recentes pesquisas.

O PRP tem eficácia comprovada?

Em estudos realizados em animais, o PRP já mostrou que promove um aumento da proliferação das células, melhor cicatrização e maior resistência dos tecidos reparados.

Entretanto, em estudos envolvendo humanos, ainda não existe consenso na literatura médica. Pesquisas estão sendo realizadas para um maior esclarecimento sobre a sua ação.

O PRP atualmente é liberado no Brasil apenas para protocolos de pesquisa, não sendo recomendado seu uso na prática clínica.