Lesão SLAP

Ombro normal, mostrando a inserção do bíceps no lábio glenoidal superior

Ombro normal, mostrando a inserção do bíceps no lábio glenoidal superior

O que é lesão SLAP?

O lábio glenoidal, ou labrum, é uma estrutura que fica situada na borda da glenoide, aumentando sua profundidade e melhorando a estabilidade da articulação. O lábio glenoidal é local de inserção dos ligamentos do ombro, nas porções anterior, inferior e posterior, e do bíceps, na porção superior. O termo lesão SLAP é originado de uma sigla em inglês, Superior Labrum Anterior to Posterior Lesion, ou seja, Lesão do Lábio Superior de Anterior para Posterior. A lesão SLAP representa um descolamento da porção superior do lábio, local onde se insere o tendão do bíceps.

Quais os tipos de lesão SLAP?

A lesão SLAP é classificada 4 tipos, dependendo do grau de destacamento e do acometimento do bíceps.

  • Tipo I:  o lábio glenoidal está degenerado, mas o bíceps continua inserido;
  • Tipo II: o lábio glenoidal, juntamente com o bíceps, está desinserido;
  • Tipo III: o lábio glenoidal está rompido, formando uma alça que invade a articulação, chamada de alça de balde;
  • Tipo IV: o lábio está desinserido e existe um rompimento do bíceps.
slap02

Quais os sintomas da lesão SLAP?

O principal sintoma é a dor, e frequentemente está relacionado com atividades esportivas que sobrecarregam o membro superior, como musculação, vôlei, arremesso de peso,...

Ressonância magnética mostrando lesão SLAP (seta)

Ressonância magnética mostrando lesão SLAP (seta)

Como é feito o diagnóstico da lesão SLAP?

O exame mais utilizado é a ressonância magnética. O uso de contraste intra-articular, ou artro-ressonância magnética, é utilizado nos casos em que persista a dúvida diagnóstica. 

Como se trata a lesão SLAP?

O tratamento inicial é o não cirúrgico, com alongamento e fortalecimento. Quando a dor persiste após um período de 3 a 6 meses, indica-se o tratamento cirúrgico. Dois procedimentos podem ser  realizados. A artroscopia para reinserção do lábio junto à glenoide é preferível nos pacientes jovens e com bíceps íntegro. Nos pacientes com lesão do biceps ou com lábio muito lesado realiza-se a tenodese do bíceps, no qual corta-se o tendão do bíceps e realiza-se a fixação dele junto ao úmero. Após a cirurgia, normalmente é necessária a utilização de tipoia por 1 mês, seguido de fisioterapia para ganho de movimento. O retorno aos esportes costuma ocorrer apenas após os 4 meses da cirurgia.

Cirurgia para lesão SLAP. Imagem da esquerda: reinserção do lábio glenoidal com âncoras. Imagem da direita: tenodese do bíceps. Seta vermelha: tendão inserido no osso. Seta verde: local onde o tendão estava fixado originalmente

Cirurgia para lesão SLAP. Imagem da esquerda: reinserção do lábio glenoidal com âncoras. Imagem da direita: tenodese do bíceps. Seta vermelha: tendão inserido no osso. Seta verde: local onde o tendão estava fixado originalmente

A lesão SLAP pode levar a complicações?

Cisto paralabral do ombro (seta)

Cisto paralabral do ombro (seta)

Através do descolamento do lábio, pode se formar um caminho por onde vaza o líquido articular, ou líquido sinovial. Isso pode levar à formação de um cisto, chamado de cisto paralabral. Os cistos normalmente são assintomáticos, mas em algumas situações eles podem comprimir nervos e levar a dor e diminuição de força.  Quando existe essa compressão, é necessário esvaziar o cisto e reparar a lesão SLAP.

 

 

Posted on February 3, 2013 .