Fratura do olécrano

Introdução

Fratura do olécrano

Fratura do olécrano

O olécrano é uma parte da ulna, um dos ossos do antebraço. Ele se articula com o úmero no cotovelo. As fraturas desse local costumam ocorrer após queda sobre a mão ou traumas diretos sobre o cotovelo.

Como é feito o diagnóstico?

A radiografia é suficiente na maioria das vezes. Em algumas situações a tomografia é solicitada, para detectar fraturas com mínimo desvio ou incompletas, ou ainda para planejar melhor o tratamento cirúrgico.

Como é o tratamento da fratura do olécrano?

Nos casos onde não existe desvio, pode ser feito o tratamento conservador. Nessa situação, costuma-se imobilizar o cotovelo com uma tala gessada por cerca de 1 mês, e após esse período realiza-se fisioterapia. Nos casos com desvio, é indicada a cirurgia.

Como é feita a cirurgia das fraturas do olécrano?

Os dois métodos mais utilizados são a banda de tensão ou a fixação com placas e parafusos. Nas fraturas mais simples, os dois métodos podem ser utilizados. Nos casos mais graves, é necessária a utilização de placa e parafusos. Após a cirurgia, a fisioterapia é iniciada o mais precocemente possível, para evitar rigidez do cotovelo.

Figura da esquerda: fixação com banda de tensão. Figura da direita: fixação com placa e parafusos. 

Figura da esquerda: fixação com banda de tensão. Figura da direita: fixação com placa e parafusos. 

Posted on February 14, 2013 .