Artrose do ombro

Cartilagem da cabeça do úmero e da glenoide degeneradas

Cartilagem da cabeça do úmero e da glenoide degeneradas

O que é a artrose do ombro?

A artrose (também chamada de osteoartrose ou osteoartrite) é a degeneração da superfície cartilaginosa de uma articulação. A articulação, que normalmente deve ser congruente, bem lubrificada e com as superfícies lisas, possibilitando movimentos suaves, torna-se doente e incongruente.

Quais os sintomas da artrose do ombro?

Os principais sintomas são dor e dificuldade para realizar os movimentos. Nos casos mais graves, a dor pode ser constante e não aliviar com medicamentos, e movimentos como levar a mão à nuca ou nas costas podem ser impossíveis.

Quais os tipos de artrose do ombro?

Existem diversos tipos de artrose, sendo os principais:

  • artrose primária: mais comum após os 60 anos, e geralmente acomete várias articulações;
  • artrite reumatoide, ou reumatismo; 
  • osteonecrose, que é a morte de uma parte do osso, podendo ser decorrente de trauma ou uso de corticoides, dentre outras causas;
  • artropatia do manguito rotador, um tipo de artrose secundária a uma rotura extensa dos tendões do ombro;
  • sequelas de fraturas ou de cirurgias.

Geralmente, o único exame necessário é a radiografia (raio-X). Em algumas situações, a tomografia, ressonância ou ultrassom podem ser solicitados.

artrosedoombro02

Como é o tratamento da artrose do ombro?

A artrose não tem cura, e todas as medidas empregadas visam evitar a progressão e aliviar os sintomas.

O tratamento inicial é o não-cirúrgico. Remédios para dor, como anti-inflamatórios e analgésicos, e fisioterapia são os métodos mais utilizados. Alguns pacientes tem melhora dos sintomas com os chamados condroprotetores, sendo os mais utilizados a condroitina e a glucosamina. Esses remédios tentam melhorar a qualidade da cartilagem. O tratamento não cirúrgico deve ser tentado por um mínimo de 3 a 6 meses.

Quando deve ser feita a cirurgia?

Quando as medidas acima não surtem efeito, e a dor e limitação dos movimentos atrapalham muito as atividades do dia-a-dia, indica-se a cirurgia. Eventualmente, quando a artrose é leve, pode ser feito o tratamento por artroscopia. A técnica mais empregada é a artroplastia, também chamada de prótese, onde a articulação doente é substituída por uma peça de metal. 

Quais os tipos possíveis de cirurgias?

Existem diferentes tipos de artroplastias. A resurfacing e a artroplastia parcial envolvem a substituição apenas do úmero, sem colocação de um implante na glenoide. São indicadas em pacientes mais jovens e com artrose acometendo somente o úmero. A artroplastia total é indicada na maioria dos casos de artrose, e nessa cirurgia são colocados implantes nas duas partes da articulação. A artroplastia reversa é indicada nos casos de artropatia do manguito rotador. Após a cirurgia é necessária a imobilização por 4 semanas, seguida de fisioterapia para ganho dos movimentos e fortalecimento do manguito rotador.

artrosedoombro03
Posted on February 3, 2013 .