Fratura da cabeça do rádio

Fratura da cabeça do rádio

Fratura da cabeça do rádio

Introdução

O rádio é um dos ossos do antebraço. A parte mais proximal dele, chamada de cabeça, articula-se com o úmero e a ulna no cotovelo. As fraturas desse local costumam ocorrer após queda sobre a mão.

Como é feito o diagnóstico?

A radiografia é suficiente na maioria das vezes. Em algumas situações a tomografia é solicitada, para detectar fraturas com mínimo desvio ou incompletas, ou ainda para planejar melhor o tratamento cirúrgico. O paciente costuma ter dor para movimentar o cotovelo e rodar a palma para cima e para baixo.  

Como é o tratamento da fratura da cabeça do rádio?

Tipos de fraturas da cabeça do rádio

Tipos de fraturas da cabeça do rádio

Nos casos onde não existe desvio, ou o desvio é pequeno, pode ser feito o tratamento conservador. Diferentemente da maioria das fraturas, onde imobilização é necessária por 4 a 6 semanas, a fratura da cabeça do rádio é tratada com movimentação o mais precoce possível, ficando o paciente com tipoia por no máximo 1 semana. Após esse período realiza-se fisioterapia. Nos casos com desvio, é indicada a cirurgia.

Como é feita a cirurgia da fratura da cabeça do rádio?

Nos casos com desvio das fragmentos, indica-se a cirurgia. O tipo de cirurgia vai depender do grau de fragmentação óssea. Quando apenas uma pequena parte da cabeça é acometida, é possível a fixação com parafusos do fragmento destacado no restante do osso não acometido. Quando toda a cabeça fica separada do resto do osso, é necessária a utilização de placa e parafusos. Nos casos com fragmentação importante da cabeça, com 3 ou mais fragmentos, ou quando ocorreu junto com a fratura uma luxação do cotovelo, normalmente é feita uma artroplastia da cabeça do rádio. Após a cirurgia, a fisioterapia é iniciada o mais precocemente possível, para evitar a rigidez do cotovelo.

cabecadoradio03
Posted on February 14, 2013 .